Nunca tive uma boa relação comigo mesma, pois sempre me achei inferior a qualquer coisa ou pessoa. A baixa auto estima, a falta de confiança em mim e as amizades tóxicas, me levaram a ter uma relação abusiva (...)

Cheguei perto do fundo do poço; fui agredida, traída,  recebi xingamentos e frases de, "você não pode fazer isso", "não pode vestir isso", "não pode falar isso", "você é meu robô, então vem aqui, vou te moldar como minha namorada perfeita".

Auto estima? O que era isso? Amor próprio? Nossa, nunca ouvi falar. Estava tão desacreditada do mundo, que cheguei ao ponto de não me reconhecer. Mas e ai? Como levantar? Bem, vou te contar:


"Estou cansada de me afogar em pessoas rasas, hoje, quero me afogar em mim mesma, no meu amor-próprio, mas espera, como posso fazer isso? Talvez, se eu tiver algo que me lembre o quanto sou incrível todos os dias, como um lembrete, isso dê certo".

Foi assim que tudo começou; eu precisava de algo que me lembrasse todos os dias do quanto sou importante,  bonita, incrível e que demonstrasse o meu mais novo relacionamento sério, no caso, de mim comigo mesma.

Para selar essa união, que tal uma aliança? Sim, uma aliança da relação comigo mesma; uma aliança que simbolize o amor eterno, o respeito, a confiança em mim. Toda vez que olho para essa aliança, lembro de tudo que já passei, do quanto fui e me mantenho forte. Ela é o meu lembrete rotineiro que posso ser e fazer o que quiser, pois tenho poder para isso. Ela me lembra todos os dias de dar amor a pessoa certa, de cuidar do corpo e da mente da pessoa que seeempre esteve e vai estar comigo, eu mesma!

Então, se estiver difícil de lembrar de amar você mesma, busque algo em sua volta que te lembre disso. Se apegue naquilo que te mantém atenta a si mesma, que mantenha acesa a chama do amor próprio. Nada vale mais que se amar, respeitar, se cuidar; Nada vale mais que você!

PS: Esse post faz parte do projeto #MDA, clique AQUI e saiba mais