Em setembro de 2019 cumpri meu primeiro item da lista de 20coisas para fazer sozinha; meu primeiro ensaio sensual! Confesso que só tive coragem de escrever sobre ele aqui no blog agora, depois de alguns bons meses, pois fiquei pensando se seria algo relevante eu de bunda pra fora aqui hahahaa; Mais por que não seria? Vai que encorajo outras mulheres a jogarem suas bundas pra fora e serem livres (calma né muie kk) .

Sempre quis fazer um ensaio sensual ...

Uma vez escutei de um ex que eu deveria ganhar corpo, fazer umas tatuagens, mudar um pouco para depois fazer o ensaio sensual e aquilo me desmoronou na hora. Por que só depois? O que tem de errado com meu corpo de agora? Por mais que eu tenha um corpo "privilegiado", sempre fui insegura com ele, com minhas pernas, pois sempre odiei mostra-las e bem, mostrar elas em um ensaio totalmente sem photoshop foi um desafio e tanto!


Venho por meio deste post, contar para vocês como foi esse processo de autoconhecimento incrível e dar dicas para você que pensa em fazer seu ensaio sensual. Vamos lá:

A ÍDEIA


Naturalmente sempre gostei de ser fotografada, antes mesmo de fazer o ensaio sensual já tinha feito dois ensaios profissionais (clique aqui para ver as fotos de um do ensaios), porém, nunca tinha me exposto tanto a esse ponto.  Eu sabia que era algo que ia ajudar a olhar o meu corpo de outra forma e sabia exatamente o tipo de ensaio que queria: um sensual casual, de pijama, camiseta e calcinha.

Antes de iniciar o processo de procura por fotografo e partir para o ensaio, pesquise referências e saiba o que você quer; afinal, para quem você vai está fazendo o ensaio? É para você? Qual o intuito do ensaio?! É bem bacana ter tudo bem certo na sua cabeça para que não ocorram arrependimentos depois.

ESCOLHA UM PROFISSIONAL DE CONFIANÇA


Essa sem dúvidas é uma das questões mais difíceis; por que a procura é extensa (pelo menos para mim foi).  Eu tinha certeza que queria uma profissional mulher, pelo fato de estar apoiando o trabalho de uma mulher e também pelo fato de me sentir mais segura na hora de tirar as fotos.

Como não tinha nenhuma indicação, fui a procura através dos grupos do Facebook, olhando alguns trabalhos no Instagram e nessa “vistoria”, achei o trabalho da Beatriz (clique aqui para conferir o trabalho dela!), que tinha um projeto bem bacana que não utilizava o uso do photoshop na edição dos ensaios (pronto, me achei).

CONTRATO

Como se trata da contratação de um serviço é bem importante antes de assina-lo fazer a leitura por completo! Pesquise bem o histórico do profissional, leia o contrato com atenção e se tiver alguma dúvida, não deixe de perguntar e questionar o fotografo, aliás, suas fotos (intimas!) vão estar nas mãos dele.

O DIA DO ENSAIO

O meu ensaio foi no prédio Copan, mas tem alguns fotógrafos que podem ir ate sua casa. O valor do aluguel do local das fotos foi pago por mim, junto com o pacote das fotos. E eu estava muito ansiosa.
A fotografa me orientou a levar algumas peças de roupa, nas quais me sentia mais a vontade.

Enfatizando que não usei maquiagem em alguma nas sessões de fotos. Aah, as peças de roupa que vão ser usadas na sessão, como a maquiagem e todo o restante, são combinados com o fotografo; a minha sugeriu até que eu enviasse algumas ideias de pose para reproduzirmos na sessão, que no total foram 4h.

VALE APENA?
Além das fotos, também tive a gravação de um clipe, então esse foi o grande diferencial, por que além de me olhar de outra forma nas fotos, pude me ver no clipe também, observar meus gestos, meu sorriso, meu jeito.

Sem dúvidas é um super UP para a autoestima fazer um ensaio sensual, e o mais incrível ainda é quando ele não a retoque nenhum; em que é possível ver que é você mesma ali nas fotos. Sem montagens.  Ainda mais por ter passado por tantos relacionamentos ruins, de tantas pessoas terem destruído meu corpo, me ver ali, só amando e apreciando meu corpo como ele é, com marcas no bumbum, com pernas finas, dedos compridos e braços compridos,  100% eu, aaah amei, recomendo e com toda certeza vou fazer outro